Comandante quer disciplina na fronteira

O Comandante da Polícia Nacional na Lunda Norte, Alfredo Quintino ‘Nilo’, solicitou aos efectivos disciplina, patriotismo, responsabilidade e rigor no combate a violação das fronteiras com a República Democrática do Congo (RDC).

O oficial fez esta solicitação aos agentes dos órgãos de defesa e segurança destacados no posto fronteiriço de Nachiri, afirmando que, mais do que garantir a inviolabilidade das fronteiras nesta fase, devem encarar o combate à propagação da pandemia como uma missão de Estado, de acordo com a Angop.

Por isso, prosseguiu, não devem facilitar qualquer tentativa de imigração e/ou deixar-se corromper para o efeito, sob pena de serem responsabilizados civil e criminalmente.

Relativamente as troca comerciais, o comandante orientou que deve ser feita, respeitando todos as normas de prevenção, no limite fronteiriço, evitando que os comerciantes entram e saem em ambos os lados.

Recomendou que no acto das trocas comerciais os agentes destacados nos postos fronteiriços devem exigir dos comerciantes os resultados dos testes. Apelou, por outro lado, as autoridades congolesas no sentido de melhorarem as medidas de biossegurança nos seus postos fronteiriços.

Por outro lado, a Polícia Nacional encerrou cinco estabelecimentos comerciais no município de Lucapa, por incumprimento das medidas de biossegurança, no âmbito do combate a propagação do novo Coronavírus (Covid-19).

De acordo com o porta-voz da Delegação do Interior na Lunda Norte, Rodrigues Zeca, o encerramento dos estabelecimentos ocorreu durante uma campanha de fiscalização conjunta entre a Polícia Nacional e a Administração Municipal de Lucapa. Informou que os proprietários dos estabelecimentos encontram-se detidos, aguardando que o processo seja transferido para o Ministério Pública.

Sensibilização

A Administração Municipal do Cuilo criou 54 grupos de sensibilização e mobilização, com vista a actuarem nas localidades onde os cidadãos têm pouca informação sobre as formas de prevenção e contágio na Covid-19.

Segundo Enoque Felicidade, porta-voz da Comissão Multissectorial de Combate à Covid-19 no Cuilo, os grupos, composto por sete agentes, vão instruir os cidadãos sobre o uso correcto de máscaras, lavagem das mãos, distanciamento físico, em português e em línguas nacionais.

Fez saber que os agentes foram antes formados em matérias relacionadas à Covid-19, para melhor actuarem, apelando colaboração dos cidadãos.

leave a reply