Versáteis e Vozes do Nambua agitam Live no Kubico

Versáteis e Vozes do Nambua agitam Live no Kubico

Com a abertura sob a responsabilidade dos Versáteis com os temas “Versáteis” e “No meu coração”, o Live no Kubico marcou o reaparecimento público deste grupo depois de alguns anos sem pisarem um palco.

O conjunto seguiu cantando os temas que muito marcaram a sua trajectória na música “Bonga a Sidy, “Ngana Santos”, “Mônica”, “Casamento”, “Zuze”, “Indumba”, “Th angidi um mesu maku”.

O grupo usou ainda o seu tempo em palco para interpretar os temas “Diala”, de Nany, “Morena”, de Samanguana, “Ângela”, de Cananito Alexandre, “Sey” do grupo Africando, “Tia”, de Urbano de Castro, “Delfina”, com Tata Ngana, “Kialumingo”, de Toya Alexandre. Com um ritmo alegre e dançante ao estilo de Semba, fizeram ainda uma rapsódia com músicas de Dom Caetano, Rui Mingas, Gingas do Maculusso, Dina Santos.

Numa simbiose de ritmos, os apreciadores da música angolana tiveram também a oportunidade de ver e ouvir o grupo Vozes do Nambua, que passaram em revista o seu reportório com temas como “Amiga”, “Xica”, “Filomena”,”Kussocana”, “Amor Kalunga”, “Caxito é Longe”.

O reportório do grupo inclui ainda as canções “Ngaema”, “Lambula”, “Filho de kilapi”, “ Kanganga”, “Beijo”, “ Destinado à recolha de apoio para os mais vulneráveis, o “Live no Kubico” na TPA tem contado com a participação de artistas angolanos de referência.

Dele já participaram Paulo Flores/ Bonga/Yuri da Cunha, no concerto “3 G do Semba”, Anselmo Ralph, Matias Damásio, Euclides da Lomba/Patrícia Faria e Dom Cateano/Edmásia, os últimos 4 em duetos.

Transmitidos aos sábados, na TPA 2 e TPA Internacional, e aos domingos, na TPA 1, promoveu também actuações de Ary, GabrielTchiema/ Mito Gaspar, Calabeto/ Puto Português e com os Jovens do Prenda, Tunjila Tuajokota, Socorro e Baló Januário, e das divas Patrícia Faria, Yola Semedo e Edmázia, Ndengues do Kota Duro, Sassa Tchokwe, Santos Católica, Proletário, Bessa Teixeira e o grupo Kumby Lyxya.

De igual modo, proporcionou o show com As Gingas do Maculusso e outras referências do music hall angolano nos anos 80, e outras actuações de artistas gospel. Para além da TPA, o “Live no Kubico” é transmitido em directo, em várias redes sociais, em parceria com a Platina Line.