Zaire chega aos 60 infectados por Covid-19 e mais duas mortes foram registadas ontem

O secretário de estado para a Saúde Pública, Franco mufi nda, anunciou, ontem, em luanda, a infecção de mais 61 pessoas e duas mortes por Coronavírus. entre os novos infectados, um é da província de Cabinda, dois de Benguela e 10 do município do Soyo, no Zaire. esta última província tem agora 60 casos confi rmados

Mais duas pessoas perderam a vida em consequência da Covid-19, nomeadamente dois cidadãos angolanos de ambos os sexos, respectivamente com 20 e 38 anos de idade. As co-morbilidades associadas são a insuficiência renal crônica e diabetes.

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na habitual apresentação diária do balanço da situação epidemiológica no país, em Luanda, esclareceu que dos novos 61 casos positivos, 10 foram registados no município do Soyo, província do Zaire, dois em Benguela e um em Cabinda.

Mufinda especificou que os restantes 48 casos são da província de Luanda, distribuídos nas localidades de Viana, Cacuaco, Samba, Kilamba Kiaxi, Cazenga, Sambizanga, Rangel, Maianga e Ingombotas.

Os novos casos estão associados a indivíduos com idades entre um e 74 anos, dos quais 44 são do sexo masculino e 17 do sexo feminino. Por outro lado, sublinhou a recuperação de mais 34 pessoas, nas últimas 24 horas. Com estes casos, a estatística indica um total de 2.283 casos positivos, com 911 recuperados, 102 óbitos e 1.270 activos. Entre os activos, quatro estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 17 em estado grave, 34 em estado moderado, 40 com sintomas leves e 1.175 assintomáticos.

O governante explicou que em termos laboratoriais, em análises da biologia molecular, por RTPCR, o país processou, nas últimas 24 horas, 854 amostras, dos quais 61 foram positivas. Existe agora um acumulado de 54.228 amostras processadas até à presente data, sendo 2.283 positivas e 51.945 negativas.

Por outro lado, Franco Mufinda contou que, no período em referência, 28 pessoas receberam altas, das quais 19 na província de Luanda, quatro no Huambo, três em Benguela e uma de cada no Moxico e Cuando Cubango.

Mais de 200 funcionários da TV Zimbo testarem e 26 expressaram IgG

Franco Mufinda fez saber que ontem, em Luanda, nas instalações da Televisão TV Zimbo conseguiram testar 266 funcionários deste órgão, com base da testagem serológica rápida, dos quais 26 foram reactivos com o bio-marcador IgG.

O governante explicou que a continuidade do aumento da capacidade institucional passa pelo número de camas, medicamentos, material de biossegurança, tecnologia, formação de recursos humanos, laboratórios, entre outros. Por outro lado, disse que as actividades atinentes à informação, formação e educação no seio da comunidade continuam.

Dos 10 mil agentes da Polícia testados, 85 estão reactivos a IgM Franco

Mufinda contou ainda que ontem que concluíram a testagem em massa por meio de testes rápidos serológicos e de biologia molecular dos 10 mil agentes da Policia Nacional, dos quais 85 foram reactivos a IgM com medidas subsequentes.

“Informamos que continuamos com a abordagem psíco- social junto dos casos familiares, mas também a nível da comunidade”, garantiu.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) teve, nas últimas 24 horas, um registo de 89 chamadas, das quais três denuncias de violação da cerca sanitária e 86 pedidos de informação sobre a Covid-19.

África livre da Poliomielite Selvagem

A revelação foi dada, ontem, pelo secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, durante a actualização dos dados da Covid-19 no país. Segundo, o responsável, ontem foi um grande dia para África, por se celebrar a erradicação da poliomielite selvagem.

“É uma grande conquista para o continente de livra-se desta doença, apesar ainda de se registar alguns focos menores da poliomielite derivada da vacina. Fica aqui a homenagem, a todas as pessoas que directa e indirectamente ajudaram a está luta ao longo dos anos passados para que hoje se conseguisse atingir o objectivo”, felicitou.

leave a reply