Testagem em massa de Covid-19 a cinco mil taxistas começa no sábado

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, informou, ontem, em Luanda, a ocorrência de 49 novos casos positivos, um óbito e 35 pacientes recuperados. Por outro lado, anunciou a testagem em massa de cinco mil taxistas que acontece já neste Sábado, 29 de Agosto

A Comissão Mult i s s e c tor i a l para o Combate à Covid-19 inicia no Sábado, 29, a testagem em massa, por meio de testes rápidos serológicos e de biologia molecular, a um total de cinco mil taxistas. Estes profissionais são considerados como um grupo de trabalhadores vulneráveis ao contágio da infecção.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, a actividade será realizada em colaboração com o Governo Provincial de Luanda e com a Associação dos Taxistas de Luanda, Preve-se nesta primeora fase a testagem de cinco mil taxistas.

Franco Mufinda, que falava na habitual apresentação diária do balanço da situação epidemiológica no país, anunciou igualmente a infecção de mais 49 pessoas, nas últimas 24 horas, um óbito e 35 recuperados.

O responsável esclareceu que dos 49 novos infectados, seis são do município do Soyo, província do Zaire, e os restantes 43 são de Luanda, nomeadamente de Viana, Belas, Ingombotas, Maianga, Samba, Talatona, Cazenga e Kilamba Kiaxi.

Os novos infectados estão associados a indivíduos com idades entre 12 e 91 anos, dos quais 32 são do sexo masculino e 17 do sexo feminino.

Quanto à morte, o responsável disse tratar-se de um cidadão angolano de 66 anos de idade, que morreu em Luanda, cuja co-morbilidades era hipertensão arterial, tendo sofrido múltiplos acidentes vasculares cerebrais.

Franco Mufinda contou que nas últimas 24 horas conseguiram recuperar 35 pessoas, com idades compreendidas entre quatro a 63 anos, dos quais 23 são do sexo masculino e 12 do feminino. Todos recuperados são de Luanda.

Angola com 2.332 casos positivos e 103 mortes

Com estes novos infectados, a estatística em Angola indica um totalde 2.332 casos confirmados de Covid-19, com 103 óbitos, 946 recuperados e 1.283 activos. Entre os doentes activos, cinco estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 17 em estado grave, 34 moderados, 40 com sintomas leves e 1.187 assintomáticos. Nas últimas 24 horas, foram processadas 493 amostras no laboratório de biologia molecular por RT-PCR, das quais 49 positivas e 444 negativas.

No total já foram processadas por RT-PCR 54.721 amostras, das quais 2.332 positivas e 52.389 negativas. O governante explicou que, no período em referência, quatro pessoas obtiveram altas, sendo três na província do Bié e uma em Benguela. “Continuamos com o fortalecimento da capacidade institucional.

Ontem a Comissão Multissectorial realizou uma visita de acompanhamento da montagem do hospital de campanha da Luanda Norte e hoje (ontem) na sequência do mesmo acto a província do Cunene foi visitada”, frisou.

Zaire mantém-se como segunda província com casos positivos de Covid-19

Das 18 províncias existentes no país, apenas quatro não registaram casos de Covid-19, respectivamente Cuando Cubango, Lunda Sul, Namibe e Huambo. A província do Zaire, com 66 casos, já é a segunda com mais infecções, a seguir a província de Luanda.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) teve, nas últimas 24 horas, um registo de 66 chamadas, das quais uma denúncia de violação de cerca sanitária e 65 pedidos de informação sobre a Covid-19.

Franco Mufinda recomendou, uma vez mais, o uso obrigatório da máscara, a lavagem com frequência das mãos com água e sabão, a observância do distanciamento físico e a não violação da cerca sanitária. Recordando que a Covid-19 é um assunto de responsabilidade individual e colectiva.

De recordar que o novo Coronavírus (SARS-CoV-2), responsável pela pandemia da Covid-19, surgiu na China em Dezembro de 2019. O surto espalhou-se pelo mundo e já vitimou centenas de milhares de pessoas, tendo levado a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia global.

leave a reply