Huawei pretende formar mais de mil engenheiros angolanos

A inauguração do novo Centro Oficial da empresa Huawei está prevista para Dezembro de 202, e prevê formar talentos angolanos no ramo das novas tecnologias

O CEO da empresa chinesa Huawei, Chu Xiaoxin considerou, ontem, em Luanda, Angola, como o mercado mais importante do continente Africano, garantindo que vai continuar a receber especial atenção, no que aos investimentos tecnológicos diz respeito.

Chu Xiaoxin falava no final de uma audiência que lhe foi concedida, ontem, pelo Vice-presidente da República, Bornito de Sousa com quem disse ter avaliado questões ligadas aos negócios da Huawei e a sua actuação no mercado angolano. Apesar da influência negativa da pandemia da Covid-19 que disse ter baixado o volume de trabalhos, o empresário chinês garantiu que a Huawei vai continuar a investir no mercado angolano e a merecer sempre a confiança do Governo angolano e da sociedade em geral.

Mais de mil engenheiros serão formados no novo Centro da Huawei.

Orçado em mais de setenta milhões de dólares, o novo Centro Oficial da Huawei Angola, conta com um centro de formação que prevê formar cerca de mil e 500 talentos e engenheiros angolanos. Conta ainda com um centro de inovação tecnológica, que vai acompanhar com os seus parceiros e clientes e com um centro de experiências que vai trazer para o mercado, tecnologias mais avançadas.

A sua inauguração está prevista para o mês de Dezembro de 2021, e prevê também expandir a sua formação em formato online para qualquer um que tenha conexão com a internet. A Huawei é o maior fornecedor mundial de equipamentos de telecomunicações e o segundo maior fabricante de Smartphones.

Presente em Angola há cerca de vinte anos, a Huawei tem prestado serviço nas áreas de sistemas e equipamentos tecnológicos.

leave a reply