Governador do Uíge exige mais acção governativa

O governador do Uíge, Sérgio Luther Rescova, defendeu, ontem, na cidade de Negage, a intensificação da acção governativa, em diferentes domínios, tendo em vista o aperfeiçoamento dos projectos sociais com o foco na melhoria das condições de vida da população da região. Sérgio Luther Rescova manifestou essa posição no final de uma visita de dois dias ao município de Negage, província do Uíge, onde avaliou a implementação do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) e do programa de combate à pobreza.

Segundo o governador, apesar das limitações de recursos alocados ao município de Negage, há acções que precisam ser melhoradas no futuro, fundamentalmente, na implementação dos projectos de combate à pobreza. Em relação ao Negage, existem muitos desafios, sublinhou Sérgio Luther Rescova para quem é importante dar ao município a dimensão que merece. Reconheceu que o município regista um défice em equipamentos sociais para jovens, tais como bibliotecas, espaços de lazer, recintos desportivos, centros de formação técnico-profissional, bem como estabelecimentos de ensino e aprendizagem.

Esses desafios, prosseguiu, motivam-nos a continuar a trabalhar com o município. Na ocasião, o governador do Uíge destacou as acções em execução no quadro do PIIM, pois estão num ritmo que considerou aceitável. “A agricultura e o agro-negócio (…) têm grande capacidade de empregabilidade e o Negage tem muitas valências do ponto de vista agrícola que precisamos reforçar”, disse relativamente ao potencial agrícola do município. Em Negage, o governador Sérgio Luther Rescova avaliou as obras de construção de escolas na comuna de Dimuca e na sede municipal, inseridas no PIIM, instituições sanitárias, empreendimentos económicos e presidiu a reunião do Conselho de Auscultação da Comunidade.

leave a reply