Editorial: Contrasenso

Jornal OPaís edição 1948 de 02/09/2020

A ausência de investigação científica e a participação dos estudantes na resolução dos problemas da sociedade tem sido frequentemente levantada no país. Quase sempre se atribui aos estudantes uma determinada incapacidade, incluindo naquelas situações pontuais que não exigiriam muito esforço material e financeiro. Em Luanda, há poucos dias, os estudantes do iSPTEC ofereceram ao Governo Provincial de Luanda, comandado por Joana Lina, mais de mil litros de álcool em gel e outros produtos.

Dias depois, estenderam este gesto às Forças armadas, numa acção também digna de realce, a julgar pelo elevado número de efectivos existentes e as dificuldades. Luanda é a província com mais casos de infecção por Covid-19 no país. a seguir vem o Zaire, aqui pertinho, onde foram registados mais de 60 casos no seio de uma população que se debate com sérias dificuldades sociais.

E é na província do Zaire, onde um grupo de estudantes, afecto ao Departamento de Química da Escola Superior Politécnica teve de suspender a produção de 40 barras de sabão/dia por falta de dinheiro para a compra de reagentes no mercado local.

Não havendo sabão ou outros produtos de higiene para as comunidades locais, qualquer campanha de sensibilização redundará em fracasso. as acções de sensibilização têm melhor eficácia se forem acompanhadas de meios para a sua concretização.
destaques

leave a reply