MPLA desmente afirmações de dirigente da UNITA

O segundo secretário do MPLA no Bié, Anastácio Sambowe, desmentiu esta quinta-feira (3) as recentes declarações  do secretário provincial da UNITA, Adérito Kandambu, segundo as quais a comuna de Cassumbi (Andulo) existem péssimas estradas, a falta de água e energia eléctrica, de escolas e medicamentos,

O dirigente do MPLA disse  que tais argumentos não correspondem a verdade, se se comparar que o cenário de 2002 até a presente data em que mudou muito.

O segundo secretário do MPLA reforço que de 2002 até agora o Governo tem estado a trabalhar para melhorar as condições de vida dos habitantes da província, com a construção de mais escolas, centros de saúde, estradas, entre outras infra-estruturas.   “As vezes as pessoas dizem que o MPLA não está a fazer nada”, disse Anastácio Sambowe,  para quem  o MPLA tem consciência de que muito ainda terá de ser feito”, nos domínios da água potável, energia eléctrica e outros serviços.

O político lembrou que até 2002,   Bié tinha apenas três Institutos Médios (Escola de Formação de Professores, Instituto Médio de Saúde Cdte Bula e Escola do II ciclo do ensino secundário (PUNIV).

Com o trabalho do Governo, disse, hoje todos os municípios e algumas comunas têm o ensino médio, e os jovens, de acordo com a sua inclinação, tem liberdade de escolher a opção para formação. “Até 2002, os candidatos ao ensino superior tinham que se deslocar para as províncias de Luanda, Huambo, Benguela, Huíla e outras, mas a partir de 2009, com a institucionalização no ensino superior nas capitais provinciais, os jovens estudam aqui na província. Noutra vertente, para facilitar a movimentação de pessoas e bens, foi efectuada a desminagem das estradas e consequente reabilitação e construção de pontes”, disse.

leave a reply