Navalny foi envenenado com agente do grupo Novichok, diz laboratório da Alemanha

Navalny foi envenenado com agente do grupo Novichok, diz laboratório da Alemanha

‘Um laboratório especial da Bundeswehr [Forças Armadas da Alemanha] fez um exame toxicológico em amostras de Aleksei Navalny. Isto forneceu uma evidência inequívoca do uso de um agente químico do mesmo grupo que o Novichok”, afirmou Steffen Seibert, porta-voz do governo alemão.

O Ministério das Relações Exteriores da Alemanha informará o embaixador da Rússia em Berlim sobre os resultados dos exames de Aleksei Navalny, disse o Conselho de Ministros alemão.

“O Ministério das Relações Exteriores informará o embaixador da Rússia dos resultados dos exames”, lê-se no comunicado de imprensa.

Informa-se que o governo federal alemão “notificará os seus parceiros da União Europeia [UE] e da OTAN sobre os resultados da investigação através do Ministério das Relações Exteriores por canais previstos para o efeito” e discutirá com eles uma “reacção conjunta” a este respeito.

Por sua vez, o porta-voz da Presidência russa, Dmitry Peskov, disse à Sputnik que Berlim não informou Moscovo sobre as suas conclusões relativamente ao “envenenamento” de Navalny com Novichok, a Rússia não dispõe desses dados.

O senador russo Vladimir Kozhin afirmou que as informações de que Navalny foi exposto a uma substância química do grupo Novichok não contêm provas e, por conseguinte, pertencem à categoria da ficção e teoria da conspiração.

“Para afirmar isso, é preciso apresentar evidências, e aparentemente elas não existem. Assim, tudo isso faz parte da ficção e teoria da conspiração”, disse.

Anteriormente, o hospital Charité, onde Aleksei Navalny se encontra hospitalizado, informou que os dados do exame clínico apontam para um envenenamento por substância do grupo dos inibidores da colinesterase – enzima vital para o funcionamento normal do sistema nervoso – embora o agente específico ainda não tenha sido determinado.

O opositor e blogueiro russo Aleksei Navalny foi transportado para a Alemanha a partir da cidade russa de Omsk, onde ele foi hospitalizado em 20 de Agosto.