Covid-19 mata terceiro médico angolano

O secretário de estado para a Saúde Pública, franco Mufi nda, anunciou, ontem, em Luanda, a morte de mais um médico angolano, 65 anos, de um total de 45 profi ssionais de saúde já infectados durante a vigência da pandemia em Angola. o balanço das últimas 24 horas revela a infecção de mais 28 pessoas, com 29 recuperados. Por outro lado, revelou que 1.6 por cento dos profi ssionais de saúde estão infectados com a Covid-19 no país, representando 45 pessoas dos 2.805 casos confi rmados até à presente data

O país tem o registo de um total de 2.805 pessoas infectadas com Coronavírus até ao momento. Deste número, 45 são profissionais de saúde de diferentes unidades hospitalares, sendo que três médicos já morreram por Covid-19. “Também informamos que olhando a taxa de infecção no escopo particular que são os profissionais de saúde, ao nível do país, nós temos até à data 45 profissionais de saúde infectados pelo SARS-CoV-2, isto representa 1.6 por cento”, disse, acrescentando que o médico falecido, o terceiro até aqui, tinha 65 anos de idade.

No entanto, explicou que quando comparada esta taxa média com a realidade noutras latitudes ou até a média mundial estamos aquém da média limite. “Nós estamos a falar de uma média esperada acima de até 6 por cento”, disse. O governante disse que tudo isso passa, por um lado, pela formação que têm passado aos profissionais de saúde e, sobretudo, o acatamento das medidas de biossegurança como o uso da máscara e outras medidas que vão observando.

Franco Mufinda informou, na habitual apresentação diária do balanço da situação epidemiológica no país, que foram confirmados, nas últimas 24 horas, 28 novos casos positivos de Covid-19, repartidos entre o município do Soyo, província do Zaire (quatro casos), cidade de Cabinda (dois) e a cidade de Luanda com 22 casos testados nas localidades de Kilamba Kiaxi, Rangel, Maianga, Belas, Ingombotas, Viana e Talatona. Dos novos infectados 19 são do sexo masculino e nove do sexo feminino, com idades compreendidas entre 7 e 77 anos. Também anunciou, na ocasião, a recuperação de 29 pessoas nas últimas 24 horas, com idades entre 23 e 70 anos, três dos quais da província do Bengo e os restantes 26 em Luanda.

País com 2.805 infectados e 113 mortes por Covid-19

Com estes casos, a estatística indica um total de 2.805 casos positivos de Covid-19, com 1.144 recuperados, 113 mortos e 1.548 activos. Dos casos activos, três estão em estado crítico com ventilação mecânica invasiva, 20 estão graves, 40 moderados, 52 com sintomas leves e 1.433 assintomáticos.

O governante explicou que em análises de biologia molecular, por RT-PCR, o país processou, nas últimas 24 horas, 635 amostras, das quais 28 foram positivas. No total, há um acumulado de 58.716 amostras processadas até à presente data, sendo 2.805 positivas. Por outro lado, contou que no período em referência, 123 pessoas receberam altas, sendo 24 na província de Luanda, 58 no Uíge, 20 no Cunene, nove no Moxico, oito no Bié e quatro no Zaire.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) teve, nas últimas 24 horas, um registo de 91 chamadas, com duas destas a denunciarem violação de cerca sanitária e 89 foram pedidos de informação sobre a Covid-19.

363 pessoas internadas nos diferentes centros de tratamento do país

Franco Mufinda fez saber que neste momento 363 pessoas estão internadas nos centros de tratamentos distribuídos em todo o país, nomeadamente 33 na clínica Girassol, 53 na Clínica Sagrada Esperança, oito no hospital da Barra do Cuanza, um na Clínica Multiperfil e 33 no centro de acompanhamento do Calumbo1. Reportou ainda o internamento de três no Uíge, dois de cada no Huambo, Lunda-Sul e Cuanza-Sul, oito no Centro Médico Paz Flor em Luanda, sete no Bengo, 94 no Zaire, 37 em Cabinda e 80 no Hospital de Campanha da Zona Económica Especial, em Viana. “Nesse momento controlamos 1.500 passageiros que regressaram ao país e estão a cumprir a quarentena domiciliar”, disse.

Dois mil taxistas serão testados hoje em três municípios de Luanda
O secretário de Estado para a Saúde Pública informou, ontem, que hoje, a partir das 8 horas, darão continuidade e fecho da testagem em massa das amostras dos 5 mil taxistas de Luanda. Franco Mufi nda explicou que já foram testados 3 mil taxistas, faltando apenas 3 mil, esndo que os testes destes últimos decorrerão no município de Belas na Escola 2.011, no Icolo Bengo na Escola 44 e no Kilamba Kiaxi no campo Polivalente da Vila Verde.

leave a reply