Carta do leitor:Apurem as causas

A morte repulsa qualquer um. Seja quais forem as razões, ainda assim nos sentimos constrangidos com a partida de alguém. O pior em tudo isso é quando esta pessoa parte sem que as causas sejam esclarecidas, ou, no mínimo, levantem interrogações. O que se passou com o médico Sílvio Dala enquadra-se no leque de perdas de vivas humanas sem esclarecimentos plausíveis. Desde o primeiro momento que o Sindicato de Médicos reivindicava uma outra postura das autoridades no tratamento deste caso. É constrangedor o número de mortes que vão ocorrendo por causa do uso de máscaras. Não se trata de uma decisão apenas tomada pelo Executivo angolano.Há outros países com medidas semelhantes, no intuito de se diminuir o contágio na população. Independentemente disso, deve existir acções de abordagem que não impliquem a morte de cidadãos, sejam eles médicos, professores, rouboteiros ou zungueiras. Somos poucos para os inúmeros desafios que se nos avizinham. Se se tiver em conta o comportamento geral da população, chegaremos à conclusão que a maioria tem acatado as orientações do Executivo. Talvez um número ínfimo esteja a agir à margem de tudo quanto tem sido dito e incutido pelas autoridades. Ainda bem que a Procuradoria- Geral da República decidiu investigar a morte do jovem médico. É necessário que se apure e se puna aqueles que terão causado a morte. Se também se apurar que foi mesmo morte normal, no mínimo fi ca o aviso para que se mude as formas de actuação.

Por:Manuel Nascimento
Luanda

leave a reply