Ramiro Barreira garante que vai recandidatar-se à presidência da fADM

Nos próximos dias, o presidente cessante da federação angolana de Desportos motorizados (FADM) vai apresentar a lista de candidatura à imprensa

Por: Mário Silva 

O presidente cessante da Federação Angolana de Desportos Motorizados (FADM), Ramiro Barreira, garantiu, ontem, a OPAÍS, que vai se recandidatar à presidência do órgão reitor, cujas eleições estão agendadas para o dia 30 deste mês, tendo em vista o quadriénio olímpico 2020/2024. O responsável federativo explicou que concorrerá com o mesmo elenco, pois vai procurar aprimorar algumas vice-presidências, nomeadamente karting, automobilismo e motociclismo. Aliás, Ramiro Barreira acrescentou que a futura direcção da Federação Angolana dos Desportos Motorizados terá uma vice- presidência de desportos virtuais.

“Vamos propor o senhor João Coimbra para secretário-geral da FADM. Na próxima semana, vamos apresentar a lista definitiva de candidatura à imprensa”, avançou o presidente cessante. Ramiro Barreira considerou positivo o seu último mandato, porque conseguiu cumprir todos os anos cumprir com o calendário das provas nacionais de rali todo terreno, motocross, motociclismo e automobilismo. “Na verdade, os principais ganhos foram a entrada de Angola como membro da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e da Federação Internacio- Dr nal de Motociclismo (FIM). Portanto, foram as grandes conquistas da Federação no último mandato”, apontou.

Bi-Figueiredo comanda Comissão Eleitoral

Ontem, a Federação Angolana de Desportos Motorizados (FADM) realizou a Assembleia-geral ordinária, via “Zoom”, em que foi aprovado o relatório e contas de 2019, bem como o relatório de actividades e contas do triénio 2017/2020. Na ocasião, a Comissão Eleitoral, presidida por António Albino Rodrigues de Figueiredo “Bi- Figueiredo”, tomou posse, tendo apresentado o cronograma eleitoral e o regulamento do pleito. Deste modo, marcaram presença no certame as províncias da Huíla, do Cuando Cubango, da Lunda-Sul, de Benguela, do Cuanza-Sul e da Associação Provincial de Motocross de Luanda, bem como os membros dos órgãos sociais da FADM.

leave a reply