Produtores da Matala apoiam restrição na importação da batata e da cebola

governo angolano aprovou, recentemente, a restrição total da importação, com recurso a divisas do Tesouro Nacional, de 11 produtos, cuja capacidade instalada já responde à necessidade de consumo interno. Trata-se numa primeira fase de produtos como o massango, massambala, batata-doce, alho, cebola, cenoura, feijão, amendoim, tomate e água engarrafada

A medida, que visa proteger a produção nacional e permitir que os recursos cambiais de que o país dispõe sejam destinados ao serviço do desenvolvimento económico e social, é apoiada pelos camponeses associados que exploram o perímetro irrigado da Matala.

Com uma extensão de 43 quilómetros do canal de irrigação num sistema de aspersão convencional, o perímetro tem 11 mil hectares de terra arável, em que são cultivados, predominantemente, a cebola, o alho, cenoura tomate, e outras hortícolas. Cléuma de Jesus Fonseca, produtora de bata-rena no perímetro irrigado da Matala, disse que a medida do Executivo vem em…

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

 

leave a reply