Indícios de peculato e branqueamento de capitais resultam na apreensão das AAA

A apreensão dos imóveis decorre do processo de investigação patrimonial por indícios de crimes de peculato, participação económica em negócios, tráfico de influência e branqueamento de capitais

O Serviço Nacional de Recuperação de Activos, órgão afecto à Procuradoria- Geral da República (PGR), orientou, ontem, a apreensão, a favor do Estado angolano, de todos os edifícios da companhia de seguros AAA localizados em todo o território nacional.

Num comunicado, distribuído ontem em Luanda, o Serviço Nacional de Recuperação de Activos orienta igualmente a apreensão dos Hotéis IU, IKA e ainda o Edifício IRCA, localizado na rua Amílcar Cabral, na capital do país.

 

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

 

leave a reply