Vacina russa Sputnik V contra Covid-19 terá versão especial para crianças

Após a conclusão dos testes, a vacina russa Sputnik V contra a Covid-19 receberá ao menos duas versões, segundo informa o professor Aleksandr Butenko, do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya

As duas versões serão produzidas com base na fórmula da vacina Sputnik V, provavelmente após a conclusão dos testes massivos em voluntários. De acordo com o professor, os testes são realizados apenas em pessoas maiores de 18 anos, entretanto o produto final deve ser adequado para as crianças. Sendo assim, espera-se uma segunda versão da vacina. “Ao testar uma vacina, deve haver um grande contingente de todas as idades e gêneros.

Deve ser um estudo abrangente para determinar todos os possíveis usos”, afirmou Butenko, ressaltando que a vacina deve contar com uma segunda categoria. “Haverá duas categorias de vacinas: para adultos e para crianças. Para as crianças será mais leve e menos reactogênica”, garantiu o professor à Rádio Sputnik. “A massa corporal das crianças é menor do que a dos adultos, por isso a dose será reduzida. O sistema imunológico de uma criança pode não estar suficientemente desenvolvido como o de um adulto. De uma forma ou de outra, todas as vacinas possuem classificações, para crianças e adultos”, enfatizou.

No momento, a vacina russa contra a Covid-19 é destinada para pessoas com idade entre 18 e 60 anos. No dia 11 de Agosto, a Rússia registou oficialmente a sua vacina contra a Covid-19, Sputnik V, que gera imunidade por um prazo de até dois anos. O medicamento completou duas fases de testes, cujos resultados foram publicados no início de Setembro pela revista científica The Lancet, enquanto a fase pós-registo estava a ser iniciada na Rússia, com a participação de aproximadamente 40 mil voluntários.

leave a reply