Covid-19: SME repatria mais de 100 imigrantes ilegais da RDC

Cento e nove cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) que se encontravam a residir ilegalmente no município do Soyo, província do Zaire, foram repatriados esta Quarta-feira pelo Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).

Os referidos imigrantes ilegais, segundo o porta-voz interino da Delegação Provincial do Ministério do Interior, Luís Bernardo, foram recolhidos na madrugada desta Quarta-feira nos bairros Paróquia, Kungu- yenguele, Teixeira e Bundila, periferia do Soyo, no âmbito das acções de controlo e fiscalização de estrangeiros em situação migratória irregular. Informou que o repatriamento desses cidadãos ocorreu no posto naval e fluvial da 2ª Unidade da Polícia de Guarda Fronteira, no município do Soyo.

O município do Soyo dista cerca de 310 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo, sede provincial, e partilha uma vasta fronteira fluvial (rio Zaire) com a RDC.

leave a reply