Sociedade civil e UNITA defendem clarificação das eleições autárquicas

Membros da sociedade civil e da UNiTA defenderam, nesta Terça-feira, 8, em Luanda, a indicação, pelo Governo, de uma data para a realização das eleições autárquicas para restabelecer a confiança dos cidadãos

Sérgio Calundungo, do OPSA, Walter Ferreira, Plataforma Juvenil, e Raul Danda, UNITA, defenderam esta ideia quando reagiam ao adiamento da realização das eleições autárquicas, anunciado no final da reunião do Conselho da República, que avaliou o impacto da Covid-19 em Angola, nos planos epidemiológicos e da economia nacional.

Segundo a porta-voz deste órgão de consulta do Presidente da República, Rosa Cruz e Silva, as eleições autárquicas já não terão lugar este ano, como se previa, por exiguidade de tempo para prepará-las e por falta de condições técnicas.

Falando no debate semanal da TV Zimbo, do Grupo Media Nova, Sérgio Calundungo, coordenador do Observatório Político e Social de Angola(OPSA) disse que, além da indicação da data, o Governo deverá avançar o tipo de condições técnicas que alega terem condicionado a realização das autarquias, bem como a aprovação do orçamento para suportar as futuras eleições autárquicas

.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply