Covid-19 “encerra” Centro oftalmológico Internacional de benguela

As autoridades sanitárias encerraram, provisoriamente, quartafeira, o Centro oftalmológico Internacional de benguela devido ao registo de três casos positivos de Covid-19, diagnosticado a médicos de nacionalidade cubana. Segundo o director do Gabinete Provincial de Saúde, Manuel Cabinda, esforços estão a ser envidados para se determinar os últimos contactos, entre pacientes e colegas

O trabalho árduo a que as autoridades sanitárias se sujeitam prende-se, essencialmente, com a descoberta dos últimos contactos dos médicos, que podem ser maioritariamente pacientes, uma vez que acorrem, diariamente, àquele centro de referência no país 200 pessoas tanto para consulta, reconsulta quanto para o bloco operatório.

Segundo apurou OPAÍS, há muito que se considerava o centro, que funciona no recinto do Hospital Geral de Benguela, como sendo uma zona de risco. Com base no livro de registo na instituição, a coordenação de saúde pública quer chegar a todos os contactos dos médicos, uma vez que nele constam também contactos telefónicos. Nas últimas 48 horas, a província de Benguela diagnosticou mais cinco novos casos positivos de Covid-19, com idades compreendidas entre os 35 e 66 anos de idade.

De acordo com o director do Gabinete Provincial da Saúde, António Manuel Cabinda, o destaque recai para os primeiros contágios de profissionais de saúde.

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

 

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

 

 

leave a reply