Kim Freitas: “O canto coral deve regressar às escolas de forma sólida”

Proporcionar à criança conceitos simples da realidade da Nação, ensiná-la a relacionar-se emocionalmente com as outras, de modo que aprenda a distinguir o certo do errado e a desenvolver a sua consciência são, entre outros, princípios defendidos pelo produtor e editor Joaquim Freitas, conhecido no meio artístico e jornalístico por “Tio Kim”. O editor fala da sua experiência e de outros projectos no domínio da literatura e da música infantil

Como surgiu o Projecto Ndenguelândia e que objectivos persegue?

A Ndenguelândia surgiu em Julho de 1996, a fim de realizar actividades para crianças a todos os níveis, com elementos que, na altura, faziam parte do Kaluanda-Piô da Rádio Luanda (Suzana Neto em memória, Patrícia Lopes, Diana Costa e com a colaboração de Alice Berenguel e outras personalidades).

Persegue vários objectivos, dos quais proporcionar às crianças momentos de formação, lazer e diversão. Exercer uma acção correctiva e de encorajamento aos adolescentes; dar a conhecer para que se cumpra ou se implemente, de forma paulatina, a convenção sobre os Direitos da Criança aprovada pela Organização das Nações Unidas e que Angola vem ratificando, a Carta Africana dos Direitos, assim como o bem-estar da criança.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

 

 

leave a reply