Exposição “Traços, Quotidiano e Reflexão” do artista Fenando Pindula, inaugurada esta Quinta-feira em Maputo

Foi inaugurada esta Quinta-feira, 17, no Centro Cultural Moçambicano- Alemão, na cidade de Maputo, a primeira exposição individual “Traços do Quotidiano”, do artista plástico Fenando Pindula, numa cerimónia que contou com a actuação musical de Dattie Capelli. A colecção constituída por 12 telas é um convite à refl exão sobre valores prioritários para humanidade, sobretudo num período adverso como este, enfrentado por quase todo o mundo.

Indagado quanto à temática das obras, Pindula disse ter sentido a necessidade de criar o que considera a sua própria linguagem, colocando-se o desafi o de apresentar a importância do desenho. Através desses traços que pouca gente capta, diariamente, Pindula propôs-se a projectar na sua criação um conceito novo, através do desenho feito à mão.

leave a reply