Conselho Regional Sul da ORMED sai em defesa da bastonária

Um comunicado de imprensa que chegou à redacção do Jornal OPAÍS, sobre o posicionamento do Conselho Regional Sul em torno do escândalo de desvio na Ordem dos Médicos de Angola, dá conta que este conselho tem uma posição diferente da forma como se quer impugnar o mandado de Elisa Gaspar

Nos últimos dias, a Ordem dos Médicos de Angola (ORMED) tem sido alvo de críticas, não apenas pela postura da bastonária, Elisa Gaspar, diante da morte do profissional Sílvio Dala, mas pelo facto de terem sido feitas revelações em que a mesma é acusada de desviar 19 milhões de Kwanzas das contribuições dos associados.

Diante desta situação, o Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (SINMEA) veio a público pedir desculpas pelo facto de terem confiado e apoiado a candidatura da actual bastonária à Ordem. Por outra, o Conselho Regional Norte levantou a possibilidade de ser realizada, nos próximos tempos, uma assembleia para que Elisa Gaspar fosse destituída do cargo de bastonária.

O Conselho Regional Sul (CRS) entende que a liberdade de opiniões e o livre jogo democrático garantidos no estatuto não justificam a constituição de quaisquer organismos autónomos dentro da Ordem dos Médicos que possam falsear ou influenciar as regras normais da democracia, e possam conduzir a divisão entre os membros.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias