Vigilância Comunitária prevê atender mais de duas mil famílias no Rocha Pinto

Mais de duas mil famílias serão visitadas e atendidas as suas preocupações no âmbito da saúde, justiça, e outros aspectos ligados ao fórum social, em torno do programa “Feira do Bem-Estar”, ligada ao projecto de Vigilância Comunitária, uma iniciativa da Associação Juvenil de Apoio aos Jovens Carentes (Jucarente)

O presidente da associação, José Gombo, em conversa com o Jornal OPAÍS, explicou que actividade terá início na próxima Sexta-feira, dia 25, no município de Luanda, distrito da Maianga, bairro Rocha Pinto, sector B. A equipa de multi-profissionais vai trabalhar durante três dias consecutivos e posteriormente a comunidade trabalhará com uma equipa denominada SOS Vizinho, que estará na região durante seis meses.

O SOS Vizinho vai cadastrar todos os cidadãos que não têm identidade pessoal e fazer chegar junto das instituições de justiça, bem como reportar todas as situações de saúde na região e accionar o médico de família, que será criado à margem da feira. A medida em que os técnicos de saúde forem passar pelas residências e encontrarem alguma preocupação, que será necessária a sua intervenção no momento, ele poderá intervir.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected]s.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias