Altos responsáveis da Sonangol podem ser arrolados no caso São Vicente

Fontes da PGr revelam que na transferência ilícita dos USd 900 milhões para a Suíça, além de São Vicente, presidente do conselho de administração da AAA Fundo de Pensões, altos responsáveis da Sonangol podem estar envolvidos no esquema que chocou o país

Documentos em posse de magistrados da Procuradoria Geral da República (PGR) podem arrolar quadros séniores da Sonangol no caso do empresário e presidente do conselho de administração da AAA Fundo de Pensões, Carlos São Vicente, acusado de enviar ilicitamente para a Suíça USD 900 milhões.

Fontes da PGR, citadas pela Rádio Nacional de Angola revelam que na transferência dos valores, além de São Vicente, outras figuras e altos responsáveis da Sonangol podem estar envolvidos no esquema que chocou o país.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply