Falso vendedor de casa em centralidade detido por burlar mais de Kz 12 milhões

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) em Benguela procedeu, ontem, à apresentação pública de um cidadão que terá facturado 12 milhões e 700 mil Kwanzas, passado por intermediário em processos de compra de casas nas centralidades do Lobito e Luhongo/Catumbela

O acusado, identificado apenas por Chipau, de 53 anos, de um tempo para cá, vinha recebendo valores monetários de cidadãos que pretendiam ver concretizado o sonho da casa própria, revelou ontem, Victorino Cotingo, porta-voz do SIC em Benguela. Para tal, este fazia-se passar por facilitador para a compra de casas, alegando gozar de influência junto de funcionários da Imogestin, empresa responsável pela venda dos imóveis.

Com esta acção delituosa, Chipau conseguiu defraudar as expectativas de muita gente, tendo, por conta da qual, abocanhado 12 milhões e 700 mil Kwanzas. O assunto chegou às autoridades policiais que o detiveram preventivamente e o encaminharam ao Ministério Público.

Por existirem fortes indícios do cometimento do crime de burla por defraudação, o magistrado do Ministério Público decidiu manter a situação carcerária do suspeito, depois de o ter interrogado. Este deve aguardar o julgamento no estabelecimento penitenciário de Benguela.

POR: Constantino Eduardo, em Benguela

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

 

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias