Transportes públicos aumentam lotação a partir de hoje

Os  transportes públicos urbanos, que operam em Luanda, estão autorizados a aumentar, a partir desta quinta-feira (1 de Outubro) a lotação máxima de 50 para 75 por cento da sua capacidade.

Trata-se de  de uma alteração que se  enquadra nas novas medidas excepcionais e temporárias a vigorar durante a situação de calamidade pública, decretadas pelo Presidente da República, por causa da pandemia do novo coronavirus e que começa a ser aplicada quando faltam  cinco dias do reinício das aulas no ensino secundário e superior.

Com base no novo  “instrutivo”, os táxis, autocarros e comboios (mais tarde), que  estavam limitados a 50%,  vão aumentar  a  taxa de lotação  para responder à procura deste serviço por parte dos utentes.

Os  transportes públicos de passageiros quer os particulares estavam limitados a uma lotação máxima de 50 por cento, pelo que ao alargar da sua capacidade facilitará a mobilidade dos estudantes.

A limitação do número passageiros  tem causado aglomerações nas paragens, aumentando o risco de propagação de contaminação entre as pessoas, sobretudo neste período de Situação de Calamidade Pública, em que há o aligeiramento das medidas e a abertura de mais serviços.

Apesar de o ministro dos Transportes, Ricardo de Abreu, ter  assegurado  que a província de Luanda deveria  beneficiar de 153 novos autocarros e as demais províncias   160 veículos de transporte de passageiros, a verdade que  as enchentes nas paragens destes meios continuam.

A permissão de mais pessoas nos transportes públicos é vista como podendo facilitar  também a movimentação  da população em formação    nos centros de formação profissional, a partir de segunda-feira (dia 5).

leave a reply