Abraão Vicente propõe modelo de gestão partilhada do Arquivo Nacional

Abraão Vicente propõe modelo de gestão partilhada do Arquivo Nacional

O ministro cabo-verdiano da Cultura, Abraão Vicente, vai propor um modelo de gestão partilhada do Arquivo Nacional. O dirigente reconheceu que o actual modelo de Gestão do Arquivo Nacional está errado, devendo a instituição ser reformatada para a sua actualização.

Abraão Vicente realçou que “o Arquivo Nacional não deve pertencer e não deve ser gerido apenas pelo Ministério da Cultura, visto estarem nele depositados 100% da História Institucional de Memória dos arquivos de todas as instituições de Cabo Verde.

“O Arquivo Nacional será obrigado a adaptar-se à nova realidade, porque a Lei dos Arquivos realça que, 40 anos após a produção de cada registo, esta terá que ser depositada no Arquivo Histórico Nacional”, sustentou. O governante realçou que a tutela será partilhada entre a Administração Pública e o Ministério da Cultura e das Indústrias Culturais, de modo a que se dê um salto em termos de gestão.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.