Mais de 200 crianças autistas abandonam escola

Mais de 200 crianças autistas abandonam escola

O presidente da APEGADA, António Teixeira, disse que das 400 crianças autistas que a sua instituição controla, 57% foram matriculadas em escolas normais mas depois desistiram por não encontrarem um ambiente propício que facilita a sua aprendizagem.

“Temos casos de mães que deixavam as crianças e uma hora depois recebiam ligações na escola dizendo que a professora não está a aguentar trabalhar com a criança ora porque não pára na carteira, ora porque está a chorar”, explicou. Em função das constantes reclamações, muitos pais e encarregados deixaram de levar os filhos às escolas.

Para a APEGADA, isto se resolveria com a criação de instituições vocacionadas para o ensino de crianças com essas…

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.