PGR assegura que adiamento da audição aos generais Kopelipa e Dino não interfere na investigação

PGR assegura que adiamento da audição aos generais Kopelipa e Dino não interfere na investigação

A Procuradoria Geral da Republica, assegurou que o adiamento da audição aos generais Leopoldino do Nascimento “Dino” e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, para a próxima semana, não vai interferir no processo de investigação aos antigos colaboradores directos de José Eduardo dos Santos.

O adiamento da audição, prevista para ontem, a Leopoldino do Nascimento “Dino”, ex-Chefe de Comunicações e Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, antigo ministro de Estado e chefe da Casa Militar do presidente Eduardo dos Santos, remarcada para os dias 13 e 14 deste mês, ocorre na sequência de um pedido feito pela defesa dos generais, constituídos arguidos na semana passada por suspeita de envolvimento em negócios no caso que envolve a construção de imóveis por uma companhia chinesa.

Em declarações a O PAÍS, o porta- voz da Procuradoria-Geral da República (PGR), Álvaro João, disse que a transição da audiência para os dias 13 e 14 em nada atrapalhará o processo de investigação envolvendo os dois generais. Conforme explicou, até lá, as acções e processos investigativos vão seguir os seus trâmites normais sem prejuízo algum.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.