Falta de água nas escolas preocupa governadores provinciais

Falta de água nas escolas preocupa governadores provinciais

Ao fazerem o balanço dos dois primeiros dias de aula, os governadores provinciais apontaram a falta de água como um dos principais problemas que afecta as escolas para a efectivação com segurança das actividades lectivas presenciais.

Das intervenções feitas, a maioria apontou a falta deste líquido como uma das dificuldades, tendo como exemplo as províncias do Bengo, Cunene, Malange, Cabinda, Zaire, Lunda-Norte e inclusive a província do Namibe onde ainda não se regista nenhum caso de Covid-19.

Além da água, a província do Cunene está preocupada com o número de turmas que funcionam ao ar livre, sendo no total duas mil e 700 turmas. Neste quesito, a Huíla não foge à regra, porquanto, mais de 100 mil alunos estudam por baixo de árvores e alpendres, segundo o governador Luís Nunes.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.