Jovem “tira vida” a ex-Presidente com novela romanceada

A obra intitulada “A Morte do Ex-Presidente”, é uma novela romanceada, meio enviesada e oblíqua dos factos que conta as turbulências do último ano de vida de um presidente que, por certo descuido, deixa o poder em mãos erradas e sofre as consequências

O jovem angolano autor, Elias Joaquim, que assina com o epíteto “Diego”, coloca à disposição do público, a 25 deste mês, em Luanda, a obra “A Morte do Ex-Presidente”, uma novela romanceada que retrata a vida de um presidente que deixa o poder em mãos erradas e sofre as consequências disto.

A obra nasceu da ideia de contar uma história com personagens políticas, mas que não fosse, necessariamente, político. É uma novela, com uma narrativa bastante breve, que se desenvolve num tempo e espaço não identifi cados, mas que certamente tem como suporte a realidade angolana e seus episódios mais chocantes.

O título, segundo o autor, não vem em despropósito, sendo escolhido para que as centenas de páginas que compõem a mesma não fossem “órfãs”.

“Não se trata apenas da morte no seu sentido original, trata-se antes da sucumbência dos planos, da perda do controlo, das decisões arriscadas, da solidão que teve de enfrentar, e após a morte. No seu sentido original, o livro questiona-se se será um homicídio ou um suicídio”, explicou.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para [email protected] e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply