MED desapontado com a Escola Portuguesa

MED desapontado com a Escola Portuguesa

A posição do MED surge na sequência de um comunicado, de 17 de Outubro, no qual a EPL justifica a suspensão das aulas do Regime Misto e o regresso ao Regime Não Presencial, por se ter detectado uma aluna com teste positivo e pelo elevado número de alunos que não compareceu às aulas presenciais, pelo facto de os pais terem rmanifestado insegurança.

Num comunicado emitido ontem, a que o Jornal OPAÍS teve acesso, o MED explica que um caso positivo de Covid-19 não é elemento bastante para a EPL decidir suspender o regime misto, porquanto o Protocolo do Governo Português não prevê encerramento de escolas após o diagnóstico de um ou dois casos positivos. No comunicado assinado pela titular da pasta, Luísa Grilo enfatiza que o documento português estabelece que uma escola só deve ser ponderada o seu encerramento em situação de elevado risco.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.