Governo avalia retoma de aulas no ensino primário

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, admitiu nesta quarta-feira, em Luanda, a possibilidade de o Governo reavaliar a data do reinício das aulas do ensino primário.

Conforme a governante, o retorno dos alunos deste subsistema de ensino às salas de aulas está condicionado à nova avaliação, em função da evolução da Covid-19.

O reinício das aulas no ensino primário (da 1.ª à 5.ª classe), que inclui a maior franja do sistema escolar, está previsto para o dia 26 deste mês, depois do retorno dos alunos do I e II ciclos do ensino secundário, bem como dos universitários. Conforme Sílvia Lutucuta, que falava à imprensa, no final de uma reunião de balanço semanal sobre a situação epidemiológica nacional, será feita uma avaliação, tendo em conta o aumento de casos positivos de Covid-19 no país.

“Estamos a avaliar a situação epidemiológica actual, porque estamos como uma taxa de positividade mais elevada do que a semana anterior”, expressou. Sublinhou que as autoridades sanitárias vão reavaliar todas as condições: as das escolas também, e tomarão a medida mais adequada.

Silvia Lutucuta afirmou que, diante deste cenário de pandemia, o mais importante é proteger a saúde das crianças e das famílias. Segundo a ministra, está prevista para está quinta-feira uma reunião do grupo técnico para analisar o quadro e, se assim se entender, o reinício das aulas neste segmento do ensino será retardado para uma data a posterior, tão logo estejam reunidas as condições.

O regresso em massa dos alunos insere-se na estratégia de retorno gradual das aulas, suspensas desde Março, por causa da Covid-19. No âmbito deste cronograma, elaborado pelo Governo, as aulas recomeçaram a 05 de Outubro, nas classes de transição (6.ª, 9.ª, 12.ª e 13.ª classes). Nesta mesma data, no cumprimento da estratégia de regresso gradual, recomeçaram as aulas em todo o sistema universitário do país.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!