Virologista russo aponta fonte de coronavírus particularmente perigosa

Pessoas que se recuperem da doença sem um sistema imunológico forte poderiam estar a espalhar o novo coronavírus mesmo depois de se curarem, diz virologista russo. Os pacientes assintomáticos são os portadores mais perigosos da Covid-19, de acordo com o cientista russo Viktor Zuev. Esses pacientes são portadores saudáveis do vírus e disseminadores, por isso podem infectar outros, aponta. O especialista explicou que a COVID-19 cria uma forma latente de infecção nos corpos destas pessoas e que esses mesmos portadores do vírus hoje “são fontes ocultas e descontroladas de infecção”. “

Os infectados pelo sarampo não infectam ninguém, enquanto eles infectam com o coronavírus”, disse Zuev, membro da presidência coletiva da Academia de Ciências Naturais da Rússia, da Academia de Nova York, EUA, exchefe do departamento de Microbiologia de Infecções Latentes e virologista do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, numa entrevista ao jornal Parlamentskaya Gazeta. Em resposta a uma pergunta da mídia, o cientista afirma que um paciente pode continuar a ser portador do SARSCoV- 2 inclusive depois de se curar da doença se o seu sistema imunológico não tiver bloqueado o vírus, e que o mesmo não acontece se o tiver salientado.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!