“Live no Kubico” recorda êxitos dos Irmãos Almeida e amigos

Irmãos Almeida com Moniz Almeida e Jojó Gouveia a interpretar Beto de Almeida foi o mote do concerto “Live no Kubico”, que além de temas de sua autoria levou a recordar outros êxitos de amigos com quem partilharam o palco, entre os quais alguns já falecidos

A viagem musical deste Domingo, 25, inserida no projecto “Live no Kubico”, iniciativa da Televisão Pública de Angola, em parceria com o portal de entretenimento Platinaline, foi preenchida com os Irmãos Almeida, com Jojó Gouveia a interpretar o malogrado Beto de Almeida. Êxitos que marcaram fundamentalmente as décadas de 1980 e 90, condimentaram o concerto musical, que além de sucessos dos Irmãos Almeida foram relembrados outros como “Tchiungue” de Joaquim Viola, “Cartinha da saudade” de Jacinto Tchipa, “O La ou ye” e “Rete” dos Kassav, “Mana Tita” de Zecax e ainda “Tona kaxi” de Carlos Burity.
Mas a tónica do concerto foram mesmo os irmãos, com Moniz de Almeida e Jojó Gouveia, que embalando nas suas composições transportaram os seus apreciadores a um passado recente, marcado sobretudo com temas que continuam a marcar a trajectória artística dos “manos”. “África”, “Acerca-te”, “Chefe é quem sabe”, “Fico com as duas”, “Bandido”, “Houria”, “Mama” “Minha viola” e “Cartinha da Saudade” de Jacinto Tchipa, interpretada por Sabino Henda completaram o primeiro bloco do concerto em que eram aguardados outros sucessos dos irmãos.
Na sequência, entram em cena “Senta mais um Pouco”, “Tormento”, “Makuto”, “Kussukulo os adobes”, “Marmelada”, dando tempo a Moniz para recordar o italiano Gianni Morandi no Non so Degno di Ti, seguindo-se “O La ou ye”, “Rete” da banda antilhana Kassav em dueto com Flay…
Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias

error: Conteúdo Protegido!