CASA-CE condena morte de manifestantes

O presidente da cASA-ce, André Mendes de Carvalho(Miau) apelou, ontem, ao Presidente da república, João Lourenço, para mandar libertar incondicionalmente os manifestantes

O apelo foi lançado em conferência de imprensa, em Luanda, convocada pelo colégio presidencial da coligação que dirige, para condenar a morte de dois activistas cívicos (Marcelina Joaquim, e Mamã África), e o ferimentos de outros, por disparos efectuados alegadamente pela Polícia Nacional. André Mendes de Carvalho fez estas declarações numa altura em que os jovens manifestantes estão em julgamento, pelo que pede a sua libertação.

“ O Presidente da República, na qualidade de Chefe de Estado, deve mandar libertar todos os manifestantes”, disse, tendo condenado a repressão violenta da polícia contra os manifestantes. O político, que condenou também a detenção de seis jornalistas no local da manifestação, disse ter sido ilegal abortar este exercício democrático que se pretendia ser realizado pacifi camente.

 

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!