João Lourenço expressa sentimentos de pesar pela morte de Sindika Dokolo

Em mensagem publicada, na sua conta no twitter, na tarde desta sexta-feira (30), o Chefe de Estado  dirigiu  os seus sentimentos de pesar  à pessoa do ex-presidente da República, José Eduardo dos Santos, sogro do malogrado empresário.

“Manifesto os mais sentimentos de pesar ao Presidente JES, pela morte trágica do seu genro, Sindika Dokolo, cuja notícia surpreendeu a sociedade angolana”, escreveu, João Lourenço.

Conhecido como o maior coleccionador de arte africana contemporânea, um gosto que herdou do pai, Augustin Dokolo Sanu, banqueiro falecido em 2001,  Sindika Dokolo morreu na noite de quinta-feira, no Dubai,  vítima de afogamento.

De acordo com a imprensa internacional, que cita fontes familiares, Sindika Dokolo, de 48 anos de idade, empresário e marido de Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, foi vítima de afogamento enquanto fazia mergulho de apneia, uma actividade que praticava com frequência.

Enquanto empresário foi membro do conselho de administração da empresa cimenteira angolana Nova Cimangola e também da Amorim Energia, que tem uma posição indirecta de 33,34% na Galp, e accionista da empresa de joalharia de luxo De Grisogono.

Sindika Dokolo era licenciado em Economia, Comércio e Línguas Estrangeiras pela Universidade Pierre e Marie Curie.

Sindika Dokolo, de 48 anos, nasceu em Kinshasa, no antigo Zaire, actual República Democrática do Congo.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!