Compositora Rosa Roque entre os vencedores do PNCA

A gala de outorga do prémio promovido pelo Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente será realizada em Novembro (6), na Casa de Artes em Talatona, às 17 horas, na qual serão premiados os artistas em sete categorias. Além do prémio simbólico, serão laureados com uma quantia que ronda entre 1,5 milhão e 2 milhões de Kwanzas

Antónia Gonçalo A compositora e mentora do agrupamento Gingas do Maculusso, Rosa Roque, venceu o Prémio Nacional de Cultura e Artes (PNCA), edição 2020, na categoria de música, conforme foi anunciado ontem durante uma conferência de imprensa realizada no Memorial Dr. António Agostinho Neto (MAAN). A vice-presidente do corpo de júri, Noelma Viegas D’Abreu, durante a conferência, referiu que a trajectória musical de Rosa Roque navega constantemente entre a herança do folclore e a música urbana, entre o português e o Kimbundu, entre vários tipos de ritmos e universos sonoros calibrados nas Áfricas francofóna e anglófona que a tornaram, por mérito próprio, na professora que ajudou a revolucionar a música angolana dos últimos 30 anos.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!