Britney Spears vive “em pânico” e pode não voltar a actuar ao vivo

Britney Spears vive “em pânico” e pode não voltar a actuar ao vivo

Britney Spears vive um clima de pânico motivado pelo controlo da sua carreira por parte do pai, James Spears. A afirmação é do advogado da cantora, Samuel D.

Ingham, referindo-se à recusa de um tribunal superior de Los Angeles em retirar a James o poder de gerir a carreira e as finanças da filha, o que sucede desde 2008, aquando de uma situação de esgotamento mental de Spears que se tornou pública e alvo de escrutínio mediático.

“A minha cliente informou-me que teme o próprio pai”, declarou Ingham à juíza Brenda Penny. “Ela não voltará a actuar enquanto o pai tiver a seu cargo a gestão da sua carreira”, acrescentou.