Acidente rodoviário provoca 32 feridos no município de Cacuaco

Acidente rodoviário provoca 32 feridos no município de Cacuaco

Dois dos acidentados estão em estado grave segundou fonte hospitalar.   O acidente, segundo vítimas ouvidas pela rádio pública angolana, está a perda de travões e o excesso de velocidade, que provocou o capotamento da viatura que transportava vendedores. Segundo o médico ortopedista do hospital municipal de Cacuaco, Eduardo Manuel, do total de 32 pessoas que deram entrada naquela unidade sanitária hoje de manhã, 29 mulheres e três homens, dois que se encontravam em estado grave foram transferidos para o Hospital Américo Boavida.

Em Angola os acidentes de viação são a segunda maior causa de morte, depois da malária, tendo este ano 1.600 pessoas morrido e 9.360 ficado feridas, num total de 8.106 acidentes.

O Ministério do Interior na mensagem por ocasião do Dia Mundial em Memória às Vítimas da Estrada, assinalado no domingo, disse que em Angola, os registos estatísticos apontam o excesso de velocidade e o consumo de bebidas alcoólicas durante a condução como as principais causas da sinistralidade rodoviária, agregada à falta de prudência dos automobilistas, peões e motociclistas, entre outras questões.

De acordo com a nota, os dados dos últimos anos são preocupantes, sendo a província de Luanda, capital do país, a líder da lista de acidentes, fundamentalmente por atropelamentos, estando à frente da Huíla e Benguela.