12 anos de OPaís // Valdimiro dias considera falhada 1ª tentativa d´o PaÍs como alternativa ao jornal de Angola

Em consequência das sua alegações, o jornalista aconselha a reverem-se e corrigirem-se os critérios do antigo programa que não conduziu as acções para o sucesso, antes de se partir para outras tentativas.

Ele recordou que, quando o referido jornal surgiu, concretamente no ´partir´da segunda quinzena de Novembro de 2008, como integrante de um grupo de mídia pioneiro, obrigou muitas outras publicações a mudarem e melhorarem o seu layout (configuração gráfica), a maneira de abordar as histórias buscadas e a remuneração.

“Acho que foram ignoradas inúmeras situações pontuais, como o aumento de pessoal e, consequente, formação contínua, a criação de delegações provinciais, em vez de correspondentes regionais alargados, a melhoria de condições de trabalho e de salários, além de outras modalidades que concorrem para a motivação dos jornalistas, que, na minha leiga maneira de ver as coisas fazem muita diferença”, sentenciou.

Segundo ele o surgimento d´O PAÍS obrigou, igualmente, que os outros jornais também inovassem um pouco os seus modelos de promoção de imagem “Volto a dizer que, infelizmente, por condicionalismos financeiros, o projecto do diário no papel não teve pernas para andar e O PAÍS tornou-se um diário confinado ao on line, com apenas uma tiragem. Era bom até que tivesse uma edição em papel por semana”, desejou o jornalista, para quem não tendo isso, é preciso admitir que o projecto …

 

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.