Parou para sempre o “click na lente do 50”

Paulino Damião ganhou a alcunha “50”, durante a primeira participação de Angola nos Jogos Olímpicos de 1980, em Moscovo, então União Soviética, por ter feito a cobertura da competição com apenas uma lente de “50 mm”, enquanto os demais fotojornalistas já tinham na época objectivas de maior alcance

Paulino Damião ou simplesmente “50”, fotojornalista aposentado das Edições Novembro, detentora dos títulos Jornal de Angola (JA) e Jornal dos Desportos (JD), faleceu na manhã desta Quinta-feira, 19, vítima de doença, em Luanda.

A notícia da sua morte abalou a classe da comunicação social angolana, em particular os jornalistas e fotógrafos, com quem o malogrado dividiu banca e com quem conviveu ao longo dos anos de trabalho, até atingir a bem merecida reforma pelos anos de trabalho.

As redes sociais na manhã do dia da sua partida foi o principal palco em que os profissionais lamentaram e reagiram a passagem para a eternidade de “50”, uma figura bastante carismática e profissional exemplar dada a experiência de trabalho acumulada.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.

leave a reply

O Pais

Deve ver notícias

error: Conteúdo Protegido!