Novo normal? Onde?

Por: Gregório José

Nos últimos meses, especialistas, estudiosos, jornalistas e até mesmo os “entendedores de tudo” afirmaram que o mundo seria outro no pós-pandemia e que teríamos que conviver com o “Novo Normal”. Mas, na realidade, o que vem a ser isto?

Ora, seriam práticas adoptadas de maneira diferente do que vivíamos até aqui. Teríamos que conviver com verificação de temperatura (que passou do chakra pineal para o pulso); usar álcool em gel ao entrar e sair de um estabelecimento, usar máscara onde quer que fôssemos; conviver com home Office e estudar à distância, ou em salas com poucos alunos e o distanciamento social. Teríamos que usar mais a conectividade para nos comunicarmos, alimentar com marmitex entregues em dellivery, enfim, uma nova forma de viver, que iria garantir a segurança e a sobrevivência da população.

Os meses foram passando, os governos cedendo aqui, ali e o povo ficando cada vez mais à vontade de se soltar, de voltar a tirar a máscara (no verdadeiro sentido) e se encontrar com os amigos, abraçar, caminhar, se divertir em bares, boites e clubes. Ir à praia, voltar a viajar livremente e, por fim, fazer o que bem entende, sem restrições. Aí vieram grupos radicais trabalhando contra o uso de máscaras no dia-a-dia; espalhando fake news e lutando contra o
isolamento social. Depressão, angústia, fobias e tantos medos bobos que acabaram liberando quase que geral.

Primeiro a Europa, depois o Brasil, outras nações ensaiavam abrir/fechar, enfim, o mundo foi-se descuidando. Grande parte dos países viveram movimentos intensos de eleição: EUA; Brasil; África do Sul e Nigéria, dentre outros tantos.

Mais de 57 foram canceladas devido à Covid-19. Mas o que importa é que houve uma liberação. O povo foi às ruas, seja para viver, trabalhar, ganhar a vida, o sustento, seja para, simplesmente, andar. Ninguém ficou com medo. Hoje mesmo é possível ver pessoas caminhando livremente sem uso de máscara, sem se preocupar com o vírus mortal que iria dizimar os seres humanos.

Como pode? Onde há um novo normal, quando o normal é voltar a ser como antes? Quem teve esta sandice de dizer que o mundo iria mudar e o ser humano teria que se adaptar ao novo modo de viver? Que teríamos que nos trancafiar em nossas casas para construir um novo estilo. Não! O Novo Normal não virá tão cedo. O ser humano não admite ser escravizado por um vírus.

Radialista, Jornalista e Filósofo

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!