Seis meses depois se desconhecem autores da morte do sindicalista do SINPTENU

Seis meses depois se desconhecem autores da morte do sindicalista do SINPTENU

Minguito Zé diz não compreender a morosidade do processo pelo facto de crimes recentes e da mesma natureza já terem merecido esclarecimento da Polícia Nacional, enquanto o caso do secretário-geral do Sindicato Nacional de Professores e Trabalhadores Não Universitário (SINPTENU), Lazarino dos Santos, até ao momento, estar na fase de investigação e sem detidos.

“Não entendemos como até agora os autores da morte do professor Lazarino ainda não estejam identificados, quando temos casos que em menos de 15 dias já foram descobertos”, disse, Minguito Zé.

O causídico explicou que quinzenalmente a equipa de advogados vai ao Serviço de Investigação Criminal (SIC) para inteirar-se sobre o andamento do processo, mas a única informação que lhes é passada é que está-se a investigar.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.