Huíla necessita de 3 mil professores para os três níveis de ensino

Huíla necessita de 3 mil professores para os três níveis de ensino

O Gabinete da Educação na Huíla necessita de pelo menos 3 mil professores para atender principalmente os municípios mais distantes da sede provincial, revelou ontem, José Vasco Bandua, responsável de estatística desta instituição. Segundo o responsável, o sector conta actualmente com um total de 19.119 professores, destacados nos três subsistemas de ensino não superior, nomeadamente, Ensino Primário, Primeiro e Segundo Ciclos do Ensino Secundário.

José Vasco Bandua explicou que este número de professores é irrisório, tendo em conta o rácio aluno/professor recomendado pelas instituições que superintendem a educação no país. “O actual rácio aluno/professor está muito longe daquilo que é recomendado superiormente, que era de 35 alunos por professores. Na nossa província, temos o dobro disso e precisamos de mais de 3 mil professores para acabar com está realidade”, disse.

O responsável do departamento de estatística do Gabinete Provincial da Educação, que falava à margem das celebrações do Dia Internacional da Estatística, assinalado nesta Quarta-feira, disse que as insuficiências de escolas continua a ser uma das principais preocupações do sector.

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.