SIC prende, em Benguela, meios desviados pelo ex-administrador do Lubango

SIC prende, em Benguela, meios desviados pelo ex-administrador do Lubango

Desta vez, o Serviço de Investigação Criminal na província da Huíla procedeu à apreensão de uma viatura de marca Toyota, modelo Prado, na província de Benguela, na posse de um empresário. A apreensão da referida viatura surge na sequência de uma operação realizada pelos departamentos de Combate à Corrupção e do Laboratório de Criminalística deste órgão do Ministério do Interior.

De acordo com o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal da Huíla, André Vika, a viatura apreendida em Benguela faz parte de um conjunto de quatro já recuperadas, três das quais já foram entregues à Administração Municipal do Lubango, na qualidade de fiel depositário, até que o processo transite em julgado. Segundo o terceiro-subchefe Sebastião André Vika, as viaturas foram adquiridas com fundos públicos, num período entre 2012 a 2014, altura em que Silvano Levi comandava os destinos do Lubango. “O processo, que corre os seus trâmites legais, é contra o cidadão Silvano Levi.

A viatura foi vendida a um empresário de 47 anos de idade, residente na província de Benguela, agora a autoria da venda recai toda sobre o réu”, explicou. O processo que o magistrado do Ministério Público(MP) remeteu ao Serviço de Investigação Criminal (SIC), com o registo n.° 2832/2020, segue sem sobressaltos para se apurarem outros elementos que possam contribuir para que o mesmo seja remetido em juízo.

Nos últimos dias, o Serviço de Investigação Criminal recuperou três viaturas, sendo que última foi encontrada nesta Quinta-feira, 26, a circular na via pública, no âmbito do mesmo processo. As duas primeiras viaturas, de marca Toyota, modelo Hilux, de cor cinzenta metalizada e uma de cor preta, matriculados sob os números HLQ- 39-69 e LD-94-42 BG respectivamente, foram encontradas uma na residência de um enfermeiro e a outra numa oficina.

 

 

 

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.