Editorial: Dezasseis

Editorial: Dezasseis

Depois da onda dos três dígitos que se viveu entre os meses de Setembro e Outubro em termos de casos da Covid-19, os últimos dias espelham um abrandamento.

Ainda assim, não se esperava sequer que fôssemos observar por estes dias cifras baixas como a apresentada ontem pela Comissão Multisectorial para o Combate à doença, que está a obrigar alguns países na Europa a encararem a possibilidade da ocorrência de uma terceira vaga.

Ao anunciar ontem apenas 16 casos positivos, ficou patente que está apenas associado à falta de dados do interior, o que não deve servir de mote para que as pessoas relaxem nem pensem num abrandamento das medidas tomadas pelo Executivo.

O vírus continua à solta e é perigoso. Só com a prevenção e a procura de serviços médicos atempadamente o país poderá ter sucesso nesta luta que já vitimou mortalmente mais de 300 cidadãos no país, entre nacionais e estrangeiros, e infectou mais de 14 mil pessoas.