MININT em Benguela expulsa agente do SME por ter queimado a rival

MININT em Benguela expulsa agente do SME por ter queimado a rival

Rezam os factos, ocorridos em 2019, que a agente em causa teria mandado queimar a sua rival. Na altura, a delegação provincial do Interior estava a ser acusada de encobrir o crime da sua agente.

O comissário-chefe disse que o Interior não está para brincadeira, daí que tenha decidido expulsar a agente, por ter ficado provado a sua autoria no crime. A senhora teria mandado despejar gasolina e, logo a seguir, atirar fogo, tendo deformado o corpo da suposta rival. ‘

Tivemos um caso de uma cidadã que queimou a sua rival e já foi demitida da corporação…Temos de ser o exemplo’, aconselha. O oficial superior refere que, além desse processo disciplinar, decorre, paralelamente, um processo-crime, ‘só que já se verificou que a conduta indecorosa, do ponto de vista disciplinar, e concluiu-se que não merece estar na corporação’, esclarece.

Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.

Faça já a sua subscrição!

Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.