Doentes renais do Centro do Maria Pia com duplo risco de vida

Doentes renais do Centro do Maria Pia com duplo risco de vida
Os reclamantes são doentes provenientes do Hospital do Prenda, que, há duas semanas, foram transferidos para o Centro de Hemodiálise do Hospital Josina Machel, por razões que dizem não serem explícitas. A transferência passou a ser um problema para eles a partir do momento em que, no anterior hospital, faziam a hemodiálise no período da manhã e terminavam às 11 ou 12h, mas no novo hospital, por falta de vagas, passaram a fazer mais tarde e a terminar entre às 21 e 22h.
Nesta altura, na cidade de Luanda, é difícil conseguir um táxi, para os doentes que não têm transporte particular, para além de ser perigoso. “Não nos foi dito nada. Há duas ou três semanas, chegámos ao hospital e recebemos a informação segundo a qual, a partir de hoje, não podíamos dialisar aqui [no Prenda]. O grande problema é que não têm transporte para nós, e muitos dependem dos transportes públicos, numa altura em que, a partir das 21h fica complicado conseguir um”, disse um dos doentes que fazem hemodiálise no Prenda há mais de cinco anos. Com esta situação, alguns preferem passar a noite no centro, embora não haja condições de…
Leia mais na edição em PDF do Jornal OPais Diário.
Faça já a sua subscrição!
Envie um e-mail para info@opais.co.ao e tenha acesso à todas as notícias na íntegra.