Editorial // Mais energia de laúca

Editorial // Mais energia de laúca

Mais de 2 milhões de famílias serão beneficiadas pela barragem de Laúca, que ontem viu entrar em funcionamento a sua última turbina. Contas feitas, segundo um responsável do referido aproveitamento hidro-eléctrico, a cifra total de beneficiários deve atingir os 10 milhões, a julgar pela composição das famílias angolanas.

O fornecimento de energia eléctrica tem sido um dos maiores empecilhos ao desenvolvimento de determinadas parcelas do país e o incremento de projectos agro-industriais e a instalação de outras unidades fabris que podem, num curto espaço de tempo, aumentar os postos de trabalho e os encargos dos investidores nacionais e estrangeiros.

Paralelamente aos benefícios associados à produção de electricidade nas suas duas centrais, a barragem criou também um grande lago artificial no Médio Kwanza, que contribui para a regularização dos caudais naturais, adicionando valor para a exploração do Aproveitamento Hidroeléctrico de Cambambe e para os futuros empreendimentos económicos e sociais a construir na faixa entre Laúca e Cambambe.