Levantada cerca sanitária instituída ao Instituto Nacional de Petróleos do Sumbe

Levantada cerca sanitária instituída ao Instituto Nacional de Petróleos do Sumbe

Franco Mufinda informou que, ontem, foi levantada a cerca sanitária instituída ao Instituto Nacional de Petróleos do Sumbe, província do Cuanza-Sul, após 51 dias. A mesma tinha 746 pessoas, das quais 653 alunos, 94 funcionários e uma criança, filho de uma funcionária do mesmo instituto. “Sendo assim, coloca-se o fim àquela cerca sanitária. Com isto, os alunos e trabalhadores podem retomar as suas residências e aguardar pelo reinício das aulas no próximo ano”, disse.

Entretanto, apelou, uma vez mais, a população a manter as medidas de protecção individual e colectiva. “Há dias que a doença passava a imagem tendencialmente de decrescer, declinar. Tem esse comportamento de cair e levantar. Então não podemos relaxar nas medidas nesse aproximar das festas”, apelou. Por outro lado, contou que, ontem, foram testadas 818 pessoas nos pontos de entrada e saída de Luanda, das quais 657 do sexo masculino e 161 do sexo feminino.

Destes, 18 foram reactivos, o que representa uma taxa de exposição de 2.2 por cento. Da reação obtida, 17 foram IgG e 1 IgM que foram submetidos à testagem rápida à base do antigênio e não foi encontrado nenhum caso positivo.